With you I want to live every day of my life, please do not leave me... I beg you, stay with me until the sun comes up, we'll see the stars together, we will love you forever..
“Por medo das partidas, tem gente que não deixa ninguém chegar.”
~ Lucas Silveira.   (via especificado)

““Uma hora você apenas cansa de insistir.” Foi o que eu ouvi sair da sua boca naquele dia, exatamente assim. Você me disse isso com aquela cara de choro, com o lábio inferior fremido, o cabelo bagunçado, e eu fiquei parado na soleira da porta enquanto você apenas pegava as suas coisas e ia embora. Eu sempre gostei de cada detalhe teu. Eu sempre amei tudo em você. Amei sua boca macia, sua pele, seu cabelo curto quase rente a nuca. Você tinha as pernas finas mais lindas, o seu corpo era leve o bastante pra eu erguer no balcão da cozinha, as suas coxas fartas, o seu pescoço foi feito para ser beijado. A tua respiração me acalmava quando era sem querer, me deixava louco quando era entrecortada. Eu te amei, te amei pra caramba. Eu te amei quando você me disse “oi” na porta da boate, como se eu fosse apenas mais um querendo transar. Eu te amei quando você me abraçou e chorou no meu ombro, pedindo desculpas. Eu te amei quando você usava o meu casaco pra sair com as suas amigas, e me deixava vendo futebol sozinho. Eu te amei quando você preferiu ficar em casa a sair comigo porque “não gostava daquelas minhas amigas”. Eu nunca te disse não, nunca te questionei sobre os seus erros, sobre as suas mancadas. Eu tentava entender porque, puta que pariu! Ela nasceu em uma família complicada, precisa de atenção. Eu gostava de cuidar de você, sério. E era tudo o que você queria mesmo, né? Fala a verdade, você nunca quis de verdade estar comigo, quis? Você estava apenas desesperada por uma válvula de escape da tua vida vazia. Você nunca gostou de verdade dos Smiths, nunca achou graça nas minhas piadas. Você não estava cansada de insistir, você estava cansada de fingir. Um dia até as melhores atrizes dão um passo em falso. E você vacilou quando eu disse que te amava. Caralho, eu fiz de tudo por nós dois, eu insisti sozinho o tempo todo sem nem saber disso. E a minha resposta final foi mais uma mentira. Sabe, você foi uma bela perda de tempo, literalmente falando. Você é linda. Você… Tem os olhos mais lindos do mundo, e quando você me olhava e baixava o queixo eu perdia o foco. Eu entrava na sala e te via de moletom e box jogada no sofá, sorrindo, e pensava: “O que eu fiz pra merecer alguém como ela ao meu lado?” O engraçado é que hoje eu penso a mesma coisa, mas em tom de desgosto. Cara, você é tão mentirosa que poderia ter feito pacto com o capeta. E sabe… foda-se você. Eu não insisti o suficiente, eu não te dei atenção suficiente, eu nunca te fiz feliz. Eu nunca te mereci. Então tudo bem. Então, caralho, eu não presto! E você cansou de insistir. Então foda-se. Continua ai com a tua vida… sei lá, vai viver. Vai ser feliz com alguém melhor do que eu, vai me xingar em alguma esquina. Vai continuar fingindo que eu nunca fiz nada por você, por nós. Que eu nunca signifiquei nada pra você. Vai continuar mentindo pra si mesma sobre a verdade atrás da tua partida. Mente pra si mesma e finge que não sabe que você vacilou por medo de estar apaixonada também. Por medo de acabar tão fodida quanto eu. Mas sabe de uma coisa? Se tu tivesse tido o mínimo de vergonha na cara, e falado a verdade, seriamos dois fodidos agora, quem sabe seriamos os dois fodendo agora. Mas você optou por fugir. Então vai lá e te fode sozinha, porque eu insisti o tempo inteiro, eu te quis o tempo inteiro. E agora eu estou fodido. Absolutamente fodido. Mas eu vou me superar, porque até o mais otário tem amor próprio o suficiente pra isso. Teu ato mesquinho não foi nada, não me afetou a ponto de me derrubar. Porque eu vivi tempo o suficiente por você, eu vivi você por tempo demais. E quando a ressaca passar, eu vou estar bem de novo. E você vai estar sozinha. Mesmo que não físicamente, vai estar sozinha. Porque você não teve peito pra viver a nossa história, mas teve peito pra mentir na minha cara. Com o tempo, eu não vou te esquecer, mas vou passar a lembrar de ti com indiferença. Mas você ainda vai estar fodida. Porque eu vou continuar na tua pele, vou continuar no teu cabelo, na tua roupa justa. Vou continuar na tua lembrança, embaixo das tuas unhas, na tua boca. Vou continuar em você. Mas nunca mais do teu lado.”
~ Uma hora você apenas cansa de ser otário.  (via versificar)

Vai chegar a hora em que eles vão se apaixonar um pelo outro, talvez temporariamente, talvez na hora errada, talvez tarde demais ou talvez pra sempre.”


"Mô, quero te comer" "Seja mais romântico" "Mô, quero te degustar"


“O problema é esse excesso de chances que a gente dá pra quem não merece.”
~ Tati Bernardi (via implicitude)